GANHE 10% OFF NA PRIMEIRA COMPRA, USE O CUPOM: NEWSITE

Animais decorativos - Misticismos e significados dos animais sagrados

Animais decorativos - Misticismos e significados dos animais sagrados

Quem já se encantou com a beleza artística de esculturas, painéis e máscaras de parede de animais decorativos não se surpreenderá com os inúmeros misticismos e seus genuínos significados associados a animais que têm lugar em culturas antigas e que, independente da forma simbólica de adoração, transferiram conceitos da zoolatria para a decoração ressignificando-os para harmonizar o ambiente.

Seja compondo a imagem de deuses antropozoomórficos no Antigo Egito, representando poderes no misticismo xamânico, manifestando o poder sagrado de divindades hindus ou associados de forma simbólica à iconografia budista, os animais são relacionados a virtudes, ao que é puro na essência, e por isso a comum conexão com o divino.

São muitas as tradições que cultuam animais em suas mitologias. Conheça o significado de cada um deles e como se conectam com culturas distintas ao redor do mundo!

elefante-decorativo-animal-sagrado-india-cultura-hindu
Animais são dotados de virtudes e personificam poderes de deidades de diversas culturas.

Elefante

Tanto a mitologia hindu quanto a cultura indiana reconhecem e transferem para a arte decorativa a nobreza do elefante. Sua imagem como símbolo de sabedoria, prosperidade, estabilidade e guia na remoção de obstáculos transparece no hinduísmo na iconografia de Lord Ganesha, deus elefante, e na figura de Airâvata, vahana (veículo) de Indra - o elefante das nuvens.

O elefante é um patrimônio cultural da Índia, considerado amuleto de proteção e boa sorte que guiou, ao longo dos séculos, homens as guerras, reis aos tronos, noivos ao altar e segue guiando os caminhos de quem solicita espiritualmente seu conhecimento. Também é reputado animal sagrado no budismo sendo símbolo da consciência.

Vaca

É quase impossível falar sobre animais sagrados sem citar o quão a vaca é adorada na Índia e tratada como deus em forma animal, criatura pura ou presente divino - sendo proibido o abate e o consumo da carne. Ela é associada à Krishna (avatar de Vishnu) entre outras divindades hindus e simboliza o dharma, a lei da justiça. O caráter especial do animal é descrito em duas importantes escrituras do hinduísmo: os Vedas e o Manusmriti, cuja fertilidade, gentileza e a crença de que realiza desejos são os maiores fatores para a adoração.

cavalo-balanco-decoracao-animal-poder-mitologico
Animais decorativos ressignificam no ambiente os misticismos que possuem animais.

Cavalo

Ao longo da história a figura do cavalo teve forte ligação com liberdade, força, poder e nobreza. Se para os povos romanos e celtas é símbolo de abundância, renascimento e fertilidade, na cultura chinesa representa coragem, integridade, inteligência e espiritualidade, visto que é considerado o mensageiro no budismo chinês - misticismo reforçado pela crença de que Buda deixou o mundo físico sob um cavalo branco alado, que também carregou seus ensinamentos.

Na cultura hindu personifica a divindade Hayagriva, uma das encarnações do deus Vishnu que tem cabeça de cavalo, e aparece como veículo do Senhor Surya, o deus do sol, e de lord Kubera, deus da riqueza - evidenciando sua capacidade próspera, transformadora e bem afortunada onde quer que esteja.

Cão

Não é de se surpreender que o cão seja sempre associado à lealdade e proteção. Na iconografia egípcia, bem como na mitologia mexicana e no misticismo grego simboliza um guia na passagem da vida para a morte, uma vez que o faro aguçado sente a pureza das almas e as levam para seus destinos corretos - sendo referenciado por deus Anúbis no Egito, Xoloitzcuintle no México e Cérbero na Grécia

Segundo a tradição hinduísta, Dattatreya, o 6ª dos 24 avatares de Shiva, é figurado com quatro cães que simbolizam seu domínio sob os quatro Vedas (Rig-Vea, Sama-Veda, Yajur-Veda e Atharva-Veda) ou dos quatro estados da existência (existência, consciência, pensamento e fala/ ação). Neste âmbito o cão é associado ao conhecimento e à elevação da consciência.

aguia-madeira-decoracao-animal-sagrado-divindade-hindu
O hinduísmo é enriquecido de animais usados como veículos ou personificação de deuses.

Águia

É possível sentir liberdade observando a águia planando no horizonte. A visão além da capacidade humana, o poder de transcender e curar são valores da cultura ameríndia, dos nativos americanos, associados à poderosa ave de rapina, cujas penas são símbolos de honra e coragem. No hinduísmo aparece no semblante de Garuda, vahana de Vishnu, como ícone da luta incessante entre bem e mal, vida e morte.

Tigre

O tigre é outro animal de poder adorado na Ásia Oriental e Meridional como retrato do destemor, do equilíbrio, da força e da realeza. A imagem do tigre branco caracteriza a virtude da honestidade nos quatro símbolos das constelações chinesas. Este animal sagrado também é utilizado como veículo por deuses como Tsai Shen Yeh (deus chinês da riqueza), Durga (deusa hindu suprema, Dewi) e Shiva (deus da destruição), que se utilizam de sua proteção e coragem. O felino também aparece no budismo como expressão de força espiritual e consciência disciplinada.

esculturas-gatos-decoração-animais-misticos-egipcio
Animais sagrados inspiram valores, atraem bons fluidos e deixam o ambiente equilibrado.

Gato

A relação mística dos gatos com divindades ocorre desde o Antigo Egito, com a iconografia de Bastet, deusa da fertilidade, que representa proteção, liberdade, sensualidade e sorte. Estes felinos são conectados à força psíquica, vigilância, equilíbrio e destreza - que são transmitidos no ambiente quando se fazem presentes como pets ou arte decorativa. Para o misticismo celta, a figura misteriosa do gato representa o guardião do submundo, reforçando a conexão com o oculto e a capacidade de transmutar energia.

Leão

Em diversas culturas antigas o leão é estimado símbolo de poder, nobreza e proteção - sobretudo como Leões Fu, guardiões do dharma, dos templos chineses e protetores de Buddha. Como Narasimha, o grande protetor avatar do deus hindu Vishnu, defende o mundo contra ações do mal.

gecko-animal-espiritual-protetor-bali
A estética e a energia dos animais se destacam no ambiente para equilibrar a decoração.

Lagarto

A capacidade de adaptar, regenerar e se autopreservar faz do lagarto um animal místico conectado à transcendência, tanto na cultura xamânica quanto nas crenças indonésias na figura do gecko (como já mostramos aqui). A sua presença ensina a olhar para a essência e inspira proteção, a compreensão dos ciclos da vida e dos processos de evolução.

Tartaruga

A tartaruga é símbolo de estabilidade, resistência e sabedoria. No folclore vietnamita aparece como a lendária Kim Qui, a tartaruga sagrada com casco dourado que guarda a espada mágica no lago Hoan. Em algumas crenças de culturas indígenas como a Navajo é ligada à mãe terra e à criação do mundo, inspirando sabedoria, saúde, longevidade e temperança.

estatuas-macacos-sabios-decoracao-arte-budista
Os misticismos dos animais o auxiliam a encontrar o que se sintoniza com sua essência.

Macaco

Na filosofia budista o macaco representa a mente inquieta que “pula de galho em galho”, de pensamento a pensamento levando-nos à distração sendo “domados” através da meditação. O macaco é sempre associado ao instinto, aquilo que é controlado através do conhecimento. Assim é o trio de macacos sábios quando ensinam a "não ver o mal, não ouvir o mal e não falar o mal" para que saibamos reconhecer e transformá-lo em nós mesmos.

Hanuman, o deus-macaco do hinduísmo, por sua vez, traz a tona a bravura divina, o sacrifício, a ausência de ego e a devoção pura na luta contra o mal.

Serpente

A naja ou serpente é a cobra mais sagrada da Índia, presente em muitas crenças como símbolo da fertilidade ou associada à divindades hindus como Shiva, enrolada em seu pescoço representando passado, presente e futuro; e como Sheshanaga (Ananta-Shesha), rei de todas das cobras, representando a energia infinita, onde Vishnu descansa no oceano de leite ao lado de Lakshmi.

A energia vital que circula entre os chakras durante as práticas de yoga é simbolizada por uma cobra chamada Kundalini. O despertar da serpente auxilia a expandir a consciência até a iluminação, quando ela sobe e desce percorrendo todos os chakras e deixando-os em equilíbrio.

estatua-realista-cobra-naja-madeira-entalhada
O budismo e o hinduísmo são os que mais utilizam a zoolatria para transmitir seus valores.

Inspire-se na essência sagrada dos animais decorativos de nossa loja virtual e utilize a decoração de interiores para transformar ambientes em poderosos refúgios transformadores de energia. Esteja aberto para receber as virtudes que vibram em cada animal!

Namastê!

Milene Sousa - Arte & Sintonia

Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

Buscar no site

Fique Informado!

Receba conteúdos do blog que revelam as histórias por trás de nossas artes, além das novidades e ofertas exclusivas.

Banco Namoradeira de Madeira Rústica

Alguém viu e gostou...

Banco Namoradeira de Madeira Rústica

10 Minutos atrás Local Rio de Janeiro

Carrinho de compras