Banco Tukano Ñahuri Porã - P

Banco Tukano Ñahuri Porã - P

Banquinho Kumurõ indígena (banco Tukano) feito artesanalmente em madeira.

Calcular o Frete



Descrição Completa

A bacia do rio Uaupés, situada na fronteira da Amazônia brasileira com a colombiana, é um expoente de artesanatos indígenas que são ressignificados para decorar os interiores com autenticidade e valor cultural. Fabricado exclusivamente pelos homens da etnia Tukano, o tradicional banco ritual conhecido como Kumurõ, instrumento sagrado cerimonial é uma arte indígena brasileira valiosa tanto por integrar a cosmologia Tukano e distinção étnica quanto pela produção totalmente artesanal.

Segundo a lenda indígena, Kumurõ é, entre outros acessórios indígenas, uma das partes do corpo e instrumento de trabalho e poder de Umuko Ñeku (avô do universo) - aquele que criou a humanidade. A materialização do banco Tukano era feita em pedra quartzo pelos ancestrais, sendo posteriormente reproduzida em madeira (sorva ou molongó), como é feita até hoje para os benzedores (Kumua) ou chefes de cerimônia (Bayá) se sentarem.

O banco de madeira é esculpido de forma inteiriça, sem emendas, e apresenta assento em plataforma côncava adornado de grafismos étnicos carimbados com pincel de capim e argila diluída sob uma base vermelha de urucum. A arte decorativa leva cerca de 3 dias para ser produzida - da busca da madeira ideal à finalização com polimento e lavagem para retirar o excesso de argila e destacar os grafismos geométricos com centros variados e bordas Pamuri Hori, simbolizando a sagrada Cobra Canoa da Transformação.

Uma arte étnica exclusiva para enriquecer o ambiente!

Tamanho da peça:
Altura 23cm x Largura 60cm x Profundidade 22cm